Este artigo é um Guest Post escrito por Amanda Vettore. Virginiana, estudante de Publicidade, antenada e viciada em tecnologia e games. Você pode segui-la no Twitter.

Lançado na última sexta-feira (14), o iPhone 4S já é sucesso com mais de 4 milhões de unidades vendidas entre os Estados Unidos, Canadá, Japão, Austrália, Reino Unido e França. Este número supera as vendas de seu antecessor, iPhone 4, que na época de seu lançamento foram comprados cerca de 2 milhões de aparelhos.

iPhone 4S estreia com recorde de vendas

Durante as primeiras 24 horas de compra antecipado foram reservados 1 milhão de aparelhos só nos EUA. Além disso, cinco dias após o seu lançamento, mais de 25 milhões de clientes da Apple já atualizaram o seu sistema operacional com o iOS 5.

Apresentado pela Apple no dia 4, o smartphone traz melhorias como o mesmo processador do iPad 2 (dual-core A5), câmera com 8 megapixels, filmagem em HD (1080 p), duas antenas para melhor recepção de sinal, e assim, também diminuir o tempo de downloads. Além disso, ele vem com o Siri, um assistente inteligente, o qual responde a comandos de voz e tira as dúvidas do usuário.

iPhone verde e amarelo

Até o momento, a empresa não divulgou a lista completa dos lugares que receberão o iPhone 4S. No Brasil, o aparelho deverá chegar até o final de dezembro, assim como em outros 70 paíes.

Crédito da imagem: AFP/Getty Images, Michael Nagle.

Artigo publicado na(s) categoria(s): Mobile, Notí­cias

Leia mais sobre: , , , , ,


facebooktwittergoogle plus

Laurentino Mello

Gestor de TI na Tinotec Solutions. Empresa que atua com Gestão de Tecnologia da Informação, Sistemas Comerciais, Treinamentos e Suporte Técnico.
Comentar

Comentários (6)

  1. Moraes

    30/01/2012

    Este aparelho é mesmo fantástico! Pena que o preço no Brasil ainda seja tão elevado…

    Um abraço!

    Responder

    • Laurentino Mello

      31/01/2012

      Moraes, pois é. Basta a nós, apenas esperar melhorar o preço. Não é mesmo?

      Responder

      • Moraes

        31/01/2012

        É isso mesmo, Laurentino. O preço no Brasil ainda é inviável para a maioria das pessoas.
        Abraços!

        Responder

Deixe uma resposta









CommentLuv badge